Campinas, 14 de Outubro de 2019
OBRA DA MARIA FUMAÇA NO TCESP
19/06/2019
Aumentar fonte Diminuir fonte

Levantamento realizado pelo Tribunal de Contas do Estado de São Paulo (TCESP) junto às Prefeituras e órgãos estaduais aponta que, a Região Administrativa de Campinas possui 319 obras paralisadas ou atrasadas. Os custos dos empreendimentos, segundo dados atualizados em abril de 2019, atingem a cifra de R$ 725.966.364,52.

CAMPINAS
Uma das obras incluidas no levantamento do TCESP é o da ampliação da rede ferroviária da Maria Fumaça contrartada em 2010 e paralisada em 2011 por falta de fudamentos  no projeto Saiba mais sobre a obnra da Maria Fumaça: http://www.jornalaltotaquaral.com.br/busca.php?palavra=MARIA+FUMA%C7A&x=0&y=0


 

Segunto levantamento do tribunal de Contas, Campinas tem 14 obras paralisadas perfazendo um total de R$ 170.926.773,77 constantes no valor inicial do contrato


O levantamento apontou também os valores já pagos em cada um dos contratos como no caso da obra da Maria Fumaça a Prefeitura de Campinas pagou R$ 450.529,55




MAIS INFOMAÇÕES
PAINEL DE OBRAS PARADAS DO TCESP

 

 

 

  Última edição  
  Edição 126 - 15/06/2019 - Clique para ler  
© 2019 - Jornal Alto Taquaral - CG Propaganda