Campinas, 17 de Agosto de 2018
ATO DE CIDADANIA – Editorial JAT 121 – Maio2018
02/06/2018
Notícia publicada na edição n.121 do Jornal Alto Taquaral
Aumentar fonte Diminuir fonte

A instalação em 7 de maio da 1ª Vara de Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher da Comarca de Campinas, pelo TJSP é, sem dúvida alguma, um marco a ser comemorado.

Elas estavam mesmo  esquecidas pelo Judiciário Paulista. Afinal são 126 mil processos em andamento até março deste ano em todo Estado e morosa como é a Justiça, as mulheres sofrem mais a cada dia.

Assim, não há dúvidas que a 1ª Vara vem em  boa hora de forma a acelerar um pouco mais os processos em andamento e aliviar a dor de muitas mulheres.

Como comentou na cerimônia de instalação o juiz titular da Vara, Fábio Luís Bossler, a instalação “constitui um marco na história da Justiça na comarca e concretiza o desejo e a luta de diversas pessoas e entidades locais”.

Já o presidente da 3ª Subseção da Ordem dos Advogados do Brasil – Campinas, Daniel Blikstein, destacou o anseio da população pelo novo serviço. “É uma importante conquista para Campinas e para a população, especialmente para as mulheres que são vítimas da violência”.

Por sua vez, representando o procurador-geral de Justiça, a promotora Marcela Scanavini Bianchini destacou que a Lei 11.340/06 é fruto de um avanço significativo idealizado no combate à violência de gênero. “Assim a data de hoje constitui um marco na história da cidade de Campinas,”

Assim, se aqueles que vão dar suporte à nova estrutura a consideram um marco para Campinas, então só nos resta esperar que as mulheres da região sejam melhor amparadas a partir de hoje.

  Última edição  
  Edição 121 - 26/05/2018 - Clique para ler  
© 2018 - Jornal Alto Taquaral - CG Propaganda